fbpx
Neuromarketing-Thumbnail
Compartilhar no facebook
Compartilhe
Compartilhar no linkedin
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhe

Neuromarketing é a junção entre os campos de estudos da Neurociência e Marketing. Assim, seu principal objetivo é entender o comportamento neurológico do consumidor em relação às ações de marketing realizadas. Então, utiliza-se técnicas para saber por que se gosta de determinada marca, produto e o que leva a pessoa a ter esse tipo de comportamento, além de possibilitar um entendimento melhor em criar campanhas mais efetivas.

Entendendo o Neuromarketing

Prepara que lá vem textão. Assim, falar de Neuromarketing é muito complexo, pois estamos falando de comportamento humano. Mas, vamos tentar deixar o mais simples para facilitar o entendimento.

E ai bora aprender?

Pra entender o que é o Neuromarketing precisamos saber sobre a tomada de decisão. A tomada de decisão é aquele momento onde você decide o que comprar.

O processo de tomada de decisões não acontece de forma racional, lógica e consciente como costumamos acreditar, afinal ele começa no inconsciente, quando determinados estímulos ativam partes específicas do cérebro.

Tomada-de-decisão

Vamos ilustrar um exemplo – Estamos na compra de um computador (notebook), tenho dois modelos de grandes marcas, entretanto com a mesma configuração. Qual pegar?

Eventualmente aí que entra o Neuromarketing, ele vai analisar a tomada de decisão, se os produtos são “iguais” o que faz a pessoa escolher um deles?

Bom, agora vamos entender como nosso cérebro trabalha?

ele é dividido em 3 partes:

  • Cérebro Reptiliano: controla tudo aquilo que é responsável pela nossa sobrevivência, como respiração e batimentos cardíacos. Portanto é ativado por emoções primitivas como medo, fome e raiva.
  • Cérebro Límbico: processa emoções mais complexas, é responsável por armazenar dados e é ativado por sensações envolvendo os 5 sentidos.
  •  Neocórtex: essa é a parte que acreditamos utilizar nas tomadas de decisão já que é a parte que controla o raciocínio e nosso lado social.
neuromarketing-cerebros

Estímulos externos como cheiros, sons, imagens, propagandas irão ativar mesmo que inconscientemente o Cérebro Reptiliano e o Límbico. Uma vez que tomamos nossa decisão, o Neocórtex vai analisar e verificar a lógica. Dessa forma, o Neocórtex funciona como um revisor de todo o processo de tomada de decisão.

Nosso cérebro trabalha dessa forma em tudo que fazemos, mas algumas dessas tomadas de decisões funcionam no piloto automático. Elas são nossas funções básicas, assim não precisamos sobrecarregar nosso cérebro com funções desnecessárias.

Como aplicar Neuromarketing no meu negócio?

Então, como aplicar Neuromarketing no meu negócio? Calma, é muito simples e você não vai precisar gastar dinheiro com cursos e métodos sofisticados. Vamos dar algumas dicas, presta atenção que são valiosas.

Facebook-CTA-Curtidas

Imagens funcionam melhor que textos

Conteúdos visuais são os preferidos, já que nós entendemos muito melhor quando vemos do que quando estamos lendo. Por isso, utilize imagens para ilustrar o texto para reforçar e auxiliar a compreensão da sua mensagem.

Lembre-se posicione suas imagens de uma maneira correta, caso você queira que o seu público olhe para a mensagem passada coloque a figura da pessoa olhando para a mensagem, assim o olhar do seu público vai direto para a mensagem que você quer que seja lida.

Rostos de pessoas

Nós somos seres sociáveis, e interagimos o dia todo com outros indivíduos. Então, é familiar um rosto em uma imagem ou algo audiovisual.

O próprio Instagram já publicou em uma de suas análises que postagens com pessoas tem mais engajamento que as demais. Por isso, invista em pessoas.

Post-Instagram-Engajamento-Neuro-Marketing

Trazer pessoas para os seus anúncios faz com que seu público veja a sua empresa ou marca de maneira mais humanizada e se identifique ainda mais.

Psicologia das cores

Cada uma das cores nos afeta emocionalmente de alguma maneira. Quando você sabe o que deseja causar no seu público, escolha as cores de acordo com que condiz com seu objetivo.

As pessoas fazem um julgamento subconsciente sobre um ambiente ou produto dentro de 90 segundos após a visualização inicial. Em torno de 62% dessa avaliação é baseada somente nas cores.

Vale ressaltar que cada pessoa é despertada de uma maneira através das cores, por isso para buscar resultados variados você pode mesclar algumas cores.

Quer definir uma cor para alcançar o seu objetivo, vai aí os significados:

  • Branco exala transparência;
  • Preto já lembra elementos mais luxuosos;
  • Verde traz paz e tranquilidade, além de remeter saúde;
  • Laranja desperta um sentimento agradável e energia;
  • Roxo já dá aquele ar de inovação e inteligência;
  • Vermelho lembra paixão e emoção;
  • Azul também transmite tranquilidade, mas passa segurança e confiança;
  • Rosa claro já passa o romance e delicadeza;

Fontes simples

Sim, fontes tem haver com Neuromarketing. Certamente, você tem uma mensagem a se passar, quanto mais fácil for o entendimento melhor. Por isso, fontes simples facilitam o entendimento e ajudam na tomada de decisão.

Gatilhos Mentais

Os gatilhos são extremamentes usados pelos profissionais de marketing para que as tomadas de decisão sejam assertivas e rápidas. Afinal a ideia de usar um gatilho mental é despertar no público a necessidade de consumir o seu produto.

O gatilho mais utilizado pelo marketing, vendedores é o gatilho da escassez, que nada mais é despertar no consumidor o senso de urgência, o senso que aquele produto vai ser vendido naquela hora para outra pessoa se ele decidir voltar depois, falando que o produto é o último ou que aquele oportunidade é só naquele momento.

Outro gatilho legal e que é bastante usado é o da exclusividade, afinal gostamos de sentir que fazemos parte de um grupo seleto e que receberemos coisas únicas e exclusivas.

Não ofereça preço, ofereça valor!

Sabemos que o público está muito seleto, por isso precisamos antes de sair empurrando o produto passar o seu valor.

Mostrar o que aquele serviço ou produto fará de diferente na vida dele, o que irá agregar e como isso pode facilitar o dia a dia dele caso ele opte por aquele produto.

Isso vai fazer com que as pessoas sintam confiança na sua empresa e em você, a compra pode até não ser realizada no momento, mas com essa confiança, esse relacionamento ela pode ser efetuada no futuro.

Layout do Site

O neuromarketing também influencia no design do seu site ou blog, afinal lá você vai aplicar muitas coisas que falamos acima, como cores, fontes, imagens com pessoas tornando sua marca mais humanizada, mas lembre-se tudo isso precisa se conversar, afinal ninguém fica muito tempo em um site ou blog onde o layout está desagradável e onde a experiência do usuário não é aplicada. Seu público precisa se sentir seguro no seu site também, precisa se tornar algo prazeroso para ele e não algo confuso.

Essa são nossas dicas para que você consiga incorporar um pouco do Neuromarketing no seu negócio. Gostou do artigo, então compartilhe com os amigos nas redes sociais.

Quer discutir um pouco sobre neuromarketing, comente ai em baixo, estamos ansiosos para poder responder vocês.

Quer receber novidades da Loopa?

Receba todas as novidades! É simples basta deixar seu e-mail e clicar no botão enviar!

Compartilhe com seus amigos!

Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp